Modelo de Release para Cantores e Bandas 100% Grátis

Modelo de release para banda e cantor

Receba nosso modelo de release 100% grátis no final deste artigo. Sem dúvida, o release é a ferramenta mais usada por todo tipo de pessoa ou empresa que precisa aparecer nos veículos de comunicação.

No entanto, infelizmente, é nesta parte que maioria dos artistas iniciantes começa a se comprometer e cometer erros gigantescos.

  • Você tem dúvidas sobre como fazer um release de qualidade?
  • Gostaria de um modelo de release para usar hoje mesmo?

Contudo, se sua resposta for sim, continue lendo este artigo até o final e também assista ao vídeo abaixo para aprender como criar um modelo release impossível de ser ignorado.

Vídeo: Como escrever um release perfeito

A fim te te ajudar, neste artigo trouxe para você um dos exemplos de releases que eu ensino no meu livro: Os 7 Verbos do Marketing Musical.

Mas antes de mais nada, é importante aprender o que não fazer em um modelo de release. Sobretudo, quais são os erros que você pode estar cometendo ao entrar em contato com as pessoas e como esses erros prejudicam a sua imagem.

Os 7 Verbos do Marketing Musical

O que NÃO fazer para aparecer?

Primeiramente, vou me apresentar. Durante seis anos (de 2009 a 2015) fui autor de um blog de música onde anunciava lançamentos, notícias, etc.

Durante este período, no entanto, recebia uma grande quantidade de e-mails de cantores, duplas e bandas iniciantes me pedindo pra que eu os ajudasse a divulgar alguma música.

De todos os que recebia (algumas dezenas por semana) nem 5% chegava a ser lido e menos de 0,2% era publicado. Isso porque a grande maioria era escrito sem nenhum profissionalismo, comprometimento ou até respeito por quem vai ler o e-mail.

Segue abaixo alguns exemplos de e-mails que recebia (e recebo) que, além de não serem lidos, causam uma péssima impressão a quem manda:

Exemplos de mensagens que não devem ser enviadas

“E ei bão? Da uma olhada aí na minha música no youtube o link é http://youtube.com.br/jkfashfçkajsdf6

“Oi, sou o cantor Fulano de Tal e estou divulgando minha música. Comecei agora e não tenho um paitrocinio, me divulga aí no seu site? Baixa a música no 4shared também http://4shared.com/jkfashfçkajsd6

“Aooow, e ae mano. Divulga minha musica ai no seu site, vlw http://4shared.com/jkfashf4564çkaj

Além disso, não posso deixar de fora também as mensagens inbox que recebemos nas redes sociais e as marcações indesejadas (separei algumas mensagens recorrentes abaixo):

Spam Facebook

Entenda primeiramente que todos os blogueiros que falam sobre música recebem mensagens assim todos os dias. Note que não existe formalidade, respeito ao autor, nem técnica alguma.

Além do mais, fazendo isso você com certeza vai cair na caixa de spam dos provedores de e-mail e do Facebook e, uma vez lá, nenhuma mensagem como essa vai ser visualizada por ninguém. Isso porque o Facebook sabe que ninguém gosta disso e faz de tudo pra que este tipo de prática seja banida da rede.

No entanto, as mensagens que citei são exemplos de textos curtos que são totalmente ignorados. Mas existem também os textos longos demais e apelativos demais, que são igualmente descartados.

Modelo de Release para Virar Noticia Positiva

Então, como você pode ver acima, na tentativa de virar notícia, um artista pode estar dando um tiro no pé e gerando antipatia de pessoas influentes no mercado.

Por isso, buscar entender como fazer um release de qualidade e escrever algo que chame a atenção de jornalistas é simplesmente um dever do artista, produtor ou empresário.

Um release não pode ser apenas um textinho de pedido, uma biografia ou uma carta de vendas. O release efetivo tem como objetivo apresentar o seu trabalho e despertar o interesse dos jornalistas ou blogueiros de contarem sua história.

Vou mostrar agora algumas técnicas que funcionam bem pra este caso.

Os 7 Verbos do Marketing Musical

Modelo de Press Release (5 – 25 – 50)

A técnica 5/25/50 é utilizada por alguns jornais importantes e principalmente sites e blogs. É uma regra onde no título, a mensagem precisa ser passada em cerca de 5 palavras, a descrição ou chamada em 25 palavras e a informação relevante em 50.

De acordo com estudos, o usuário de internet, ao ler algum título, leva em média geral 3 segundos. Então, segundo esta regra, pra que o leitor leia e se interesse pelo título de seu texto, ele não pode ter mais que cinco palavras.

Caso você consiga despertar o interesse do leitor pelo título, agora você tem direito a mais 15 segundos pra fazer com que ele leia todo o resto do conteúdo.

Para isso, a descrição ou chamada do seu texto não pode ser longa e precisa gerar interesse pra o leitor continuar.

Prenda a atenção do leitor nos primeiros segundos

Note que nos vídeos publicitários da internet, a duração é de no máximo 15 segundos, que é a média de tempo que usuário foca sua atenção antes de ir pra outra coisa (outros milhares de posts que podem ser mais interessantes que o seu).

Nestes vídeos de propaganda, principalmente no YouTube, a empresa tem 5 segundos pra provar que merece a atenção por mais 10.

Então, com seu release não é diferente. Jornalistas, produtores, empresários e outros profissionais, além de receberem muitos e-mails com pedidos e releases o tempo todo, têm outras coisas particulares e profissionais a fazer.

Então, o trabalho de fazer um texto que vale a pena ser notado é todo seu.

Caso sua descrição chame ainda mais atenção e incentive esta pessoa influente a ler, parabéns. Agora é hora de provar que você tem algo a dizer e fazer com que ela não se arrependa de ler o que você esta dizendo com as 50 palavrinhas principais no primeiro parágrafo. Veja abaixo um exemplo de release utilizando a técnica 5 – 25 – 50:

Os 7 Verbos do Marketing Musical

Confira o modelo de release abaixo:

Banda Ganha Importante Prêmio Regional

A banda MDS, de Ibirité, encerra a festa da cidade após vencer o Prêmio Regional de Cultura e ganhar a gravação de um CD pela gravadora X.

A pracinha de Ibirité, que de tão calma e pacata só recebia pássaros comendo migalhas e os aposentados jogando dominó as tardes, parecia irreconhecível na última sexta-feira.

Tudo graças aos pesados equipamentos de som, luzes e a música empolgante das bandas que se apresentaram na 3º Festa da Cidade.

Os cidadãos ficaram eletrizados, principalmente quando, no encerramento da festa, a banda MDS, natural da cidade, subiu no palco, voltando de um importante concurso, com o prêmio na mão e a gravação de um CD por gravadora reconhecida.

Vencedores do Prêmio Regional de Cultura, que teve transmissão ao vivo pela TV, a Banda MDS se prepara pra gravar um novo Disco, pela gravadora X.

Emocionados, os integrantes dizem  que este é um sonho que eles nem imaginavam alcançar.

Segundo o empresário da banda, Paulo Reis, o som diferenciado, com pitadas de rock, pop, house com o jeito brasileiro de fazer música, “parece criar combinações perfeitas pra animar qualquer festa, desde cidades menores até grandes capitais e casas noturnas”.

A banda está começando o agendamento dos shows na região, bastando ligar no escritório (3636-0000) ou acessar o site bandamds.com.br.

Luciana F. Santos
PR – Produções

Conclusão

Como deu pra notar no texto acima, vendemos nosso peixe somente no final, depois de contarmos uma breve e emocionante história sobre a relação entre a banda, a cidade natal, os moradores e o prêmio que nossa banda fictícia ganhou. Note que no texto existem alguns atalhos mentais:

  • Prêmio ganhado – Prova de que eles são melhores que os demais
  • Público da cidade emocionado – Mostra boa relação com os fãs
  • Emoção da banda – Mostra sensibilidade e desperta o lado emocional do leitor
  • Empresário da banda – Dá a entender um profissionalismo aos contratantes
  • Assinatura no final – Mostra que o texto foi escrito de uma pessoa para outra, não sendo uma mensagem de spam de um robô, que ninguém gosta de receber.

Como no final do texto dizemos que estamos dispostos a agendar novos shows, destinamos este texto aos empresários e donos de casas noturnas, podendo também ser enviado a algum jornal local.

Os 7 Verbos do Marketing Musical
Confira a Revisão do Artigo
Data de Revisão:
Artigo:
Modelo de Release
Pontuação:
51star1star1star1star1star

27 Comentários


  1. Gostei muito da sua explicação, entretanto fiquei com uma dúvida. Como enviar esse texto para os meios de comunicação? Porque além do texto pronto, tem que ter uma boa abordagem para que queiram publica-lo, mesmo que a publicação seja paga.

    Responder

  2. Grato pelo esclarecimento Lucas.

    Essa é uma abordagem técnica, que eu desconhecia e agora vou poder ajudar uma amigo que está iniciando a carreira.
    Obrigado
    Gilberto

    Responder

  3. Olá lucas Xavier, existe algum profissional que possa elaborar o release para vender show de uma banda? se sim, qual profissional seria?

    Responder

    1. Toda e qualquer matéria de cunho informativo deve ser elaborada por um jornalista e são esses que podem fazer sua assessoria da melhor forma possivel.

      Responder

  4. Ótimo post explicativo para o assunto, vai me ajudar a pensar em textos mais interessantes, obrigado!

    Responder

  5. A sensação que te tenho honestamente, é que os jornalistas recebem por fora para publicar, pois é cada matéria inútil que já vi

    Responder

  6. gostei muito do post,vou acompanha o seu blog este tipo de conteudo tem mim ajudado muito

    Responder

  7. Puxa vida, muito obrigado por compartilhar tanto conteúdo de valor. Vou continuar seguindo o blog / site e compartilhando

    Responder

  8. Olá meu nome é Ricardo MC RD tenho 16 anos meu sonho é crescer na vida como posso falar e um sonho de todos né me esforço muito na minha carreira mais informações zap (063)992977086

    Responder

  9. Eu acredito que com foco e determinação, buscando as fontes de informação confiáveis e colocando em prática, podemos conquistar nossas metas mais ambiciosas.
    Muito obrigado por esse conteúdo de valor!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.